sexta-feira, 27 de novembro de 2015

Aposta mais segura da semana. Bundesliga.



Quase cem por cento vitorioso, e com uma média superior a três golos por jogo no seu reduto, o Dortmund regressa a casa para defrontar uma das piores classificadas equipa da Bundesliga.
A equipa de Tuchel apresenta hoje uma das mais encantadoras dinâmicas ofensivas de toda a Europa. Muita procura pelo corredor central, muita criatividade, muitas linhas de passe. Um verdadeiro carrossel que remete os adversários para um jogo unicamente defensivo, pela forma como monopolizam a bola. Sempre de uma forma atractiva, dinâmica e objectiva.
Há muita qualidade de processos ofensivos, acrescenta uma transição defensiva muito agressiva e organizada pelo bom posicionamento em organização ofensiva. Muito complicado nos dias de hoje jogar no Westfalenstadion.



Ideias muito bem definidas o Estugarda. De facto, na Bundesliga impossível é encontrar equipas indefinidas.

O 442 losango de Zorniger, transforma-se em 433 em organização defensiva, com a subida do número dez para entre centrais adversários, e o abrir para defender os corredores laterais dos avançados centro. Este posicionamento em organização defensiva, tão díspar daquela que é a organização ofensiva, acarreta sempre imensas dificuldades no momento da transição, acabando demasiadas vezes por se demorar mais do que o devido no restabelecimento de posicionamentos e equilíbrios defensivos. Defender toda a largura do sector intermédio com apenas três jogadores perante o inacreditável carrossel ofensivo de Tuchel parece claramente insuficiente para que se possa impedir a criatividade adversária de descobrir os melhores caminhos para o golo.


1 comentário:

R.B. NorTør disse...

Vamos ver como se porta o Borussia. O momento defensivo deles anda a passar por maus bocados, nomeadamente a reagir a lançamentos em profundidade.

Não sei se o Estugarda tem capacidade de lhes colocar as dificuldades do Krasnodar, mesmo que o Tüchel na Liga Europa alinhe com alguns menos utilizados (casos do GR e do Adrian Ramos) mas não sei se no fim a vitória é algo tão certo.