sexta-feira, 27 de novembro de 2015

Aposta mais segura da semana. Série A.


Em crescendo. É assim que a Juventus se vai apresentar no campo do Palermo.
Variabilidade de movimentos e de sistemas é uma marca da Juventus de Allegri.
Em Palermo deverá apresentar-se num 442 losango, com os interiores a cobrirem toda a lagura do campo. E Pogba fá-lo com assertividade, capacidade e rapidez. Moratta e Dybala, os dois presumíveis pontas de lança que subirão ao relvado, surgem com velocidade nos corredores laterais nas transições, ou baixam para pedir no pé e desorganizar a última linha adversária em organização, ficando a largura no processo ofensivo ao encargo dos laterais. Alex Sandro, que nem sempre tem sido utilizado é uma arma valiosa pela sua qualidade técnica e atributos físicos no desbloquear da organização defensiva contrária. Hernandes a ligar com os avançados centro e Marchisio no restabelecimento dos equilíbrios são outras marcas da Juventus que não deverá desperdiçar a oportunidade de se aproximar mais da frente, tendo em conta o duelo da jornada entre Napoli e Inter.




Um Palermo a defender em 442, mas com um controlo dos espaços entre linhas inexistente. Pouca pressão no portador, e poucas coberturas tornam possível jogar entre sectores. Contra uma Juventus em 442 losango, com muitas linhas e movimentos, prevê-se imensas dificuldades para controlar o ímpeto atacante da Juventus.

Ofensivamente, Gilardino é o avançado com mais movimentos de ruptura, e Vázquez mais preocupado em ligar o meio campo com o ataque. Posicionamentos mais rígidos e pouca criatividade individual limitam o método atacante do Palermo, sobretudo pensando na muita qualidade que enfrentarão na última linha da Juve.


Sem comentários: