domingo, 13 de dezembro de 2015

Perfil de decisão que afasta a equipa do sucesso, mesmo trazendo a notoriedade.

O lateral esquerdo do Sporting de Braga B já tem os apoios fixos e está impossibilitado de reagir a uma bola que entre no espaço pelo exterior do lateral na direcção do 77 do SL Benfica (Sancidino). A restante linha defensiva está atrasada e com bola em Sancidini, decidindo este rápido fazer um passe pelas costas da defesa para o seu colega em óptima posição, o Benfica tem condições óptimas de fazer golo. Ou pelo menos, de colocar os defesas numa situação extremamente desconfortável de atacar o lance virados para a sua própria baliza, com probabilidades gigantes de insucesso no "cortar" a bola.


O passe não saiu, a bola terminou na bancada. Poderia ter entrado como entrou a bola do maravilhoso golo de Taarabt. Todavia, saber decidir tem tudo a ver com probabilidades. Com jogar com o que me garante (EQUIPA! não jogador) maiores probabilidades de ser bem sucedido.

26 comentários:

Nuno Plácido disse...

Começam a desiludir-me...sempre à procura de qualquer coisinha de quem não apreciam para criticar, nem que seja uma má decisão entre 20 boas e hoje Taarabt foi mesmo isso, fez um jogo bastante competente, marcou um golaço, deu sempre linhas de passe e fez vários passes de morte inclusive isolando o Diogo Gonçalves numa situação de 1x0 mas essa que não deu golo já não criticam e inclusive recuperou bastantes bolas para a equipa.

Sebastião Amaro disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blogue.
Paolo Maldini disse...

Nuno, acredito nisso... mas qd estava no zapping, passou no canal do slb e estava a acabar de acontecer essa jogada... impossível n a mencionar

Ramiro Lopes disse...

Parece-me desajustado utilizar uma rara má decisão de um jogador resumindo-o a isso num capítulo onde ele até tem estado muito bem.

Honestamente também não acredito no sucesso dele no Benfica mas não será por falta de capacidade de decisão que ele não vai lá chegar. Aliás, tem-me surpreendido a bastante porque a inteligência que mostra dento de campo não é compatível com a que mostra fora dele.

Henrique disse...

O Taarabt percebe muito bem o jogo. Neste lance optou por tentar marcar mais um golo, o que se compreende tendo em conta a forma displicente como aborda o jogo, não por não saber que o melhor era dar no colega.

João Bragança disse...

Paolo Maldini esse zapping ultimamente tem andado um pouco travestido de perseguição!
É que dar tamanha importância a um lance isolado de uma partida, irá um pouco contra os princípios deste blog, uma vez que este lance, para quem acompanhou todo o jogo, demonstra talvez apenas a confiança que um grande golo, a abrir o encontro, deu a um jogador que quererá demonstrar as suas qualidades. Os sistemas, a qualidade técnica e táctica são de extrema importância para avaliar um jogador, mas se o isolarmos dos momentos físico e psicológico estaremos sempre a cometer um grande erro. Resumindo e acompanhando o Nuno Plácido, hoje vi no Taarabt alguém que para além das reconhecidíssimas qualidades técnicas, quis acima de tudo mostrar serviço, daí e talvez por ter sido completamente retirado fora do contexto, selecionaste um lance para que a tua ideia acerca do jogador ganhasse força.
Cumprimentos e já agora se um lance por jogo for suficiente para demonstrar a qualidade de um jogador, eu próprio teria a maior facilidade em criar um blog cheio de posts iguais a este, onde teria avaliações similares a estas com actores como Messi e Ronaldo.

Carlos Gonçalves disse...

Fez um bom jogo hoje ! Foi possivelmente uma das poucas más decisões que tomou ... O homem tem os seus defeitos mas perante o que jogou hoje este post é algo "ingrato " digamos assim. Esteve muito bem nos passes de rotura e a saber distinguir o momento de transição rapida do momento de fazer posse e organizar... Gostei bastante. Agora falta subir o ritmo e vê-lo noutro contexto mais exigente :)

Dennis Bergkamp disse...

As vezes, quando queremos muito ver coisas boas num jogador, para justificar as nossas crencas... acabamos por ver coisas que nao fazem parte do seu padrao.

A mesma coisa ao contrario, quando queremos procurar coisas para o entalar, ele ate pode fazer um bom jogo que nos vamos focar naquilo que nos da jeito.

Isto, acaba por ser um processo inconsciente, normal. Dou muitas vezes por mim, na brincadeira no twitter e a achar que estou a ver um jogo muito diferente da malta toda.(para o bem, e para o mal)

Este lance, completamente isolado, nao mostra o padrao deste jogador, tal como o Djuricic nao ]e so o jogador que estando meses sem jogar, numa oportunidade que tem para rematar em boas condicoes, prefere passar para um colega que estava em excelentes condicoes para fazer golo.

Lances isolados, sao lances isolados. E os posts do LE servem para muitos mais propositos do que se pensa.

Quantas vezes nao se diz "oh meu, deves julgar que ]es o Carlos Martins" por o jogador viver para aquele passe que "quase isolava o colega, mas deu mais uma bola perdida". E quantas vezes nao usamos o LE para mostrar, atraves de outros aquilo que esta mal com os nossos?

nunomaf disse...

Sanha... Pelos comentários parece-me que já toda a gente vos começa a perceber.

Ninguém fala da jogada de Rugby que dá o primeiro golo em Alvalade ontem? O JJ esqueceu os bloqueios assim que passou para o outro lado da 2.ª circular não?

Constantino disse...

Compreendo quem critica o post, mas também compreendo o post (ou julgo compreender). Deveriamos olhar para o post como um exemplo de "mal jogado" e não como "o Taarabt jogou mal". É óbvio que como benfiquista também preferia que me mostrassem framezinhos a demonstrar porque o já campeão nacional 15/16 anda às aranhas para ganhar jogos em casa, mas a verdade é que este lance que aqui aparece é um exemplo do que acontece centenas de vezes por jornada. Pior ainda, é um exemplo do que normalmente é qualificado por "rematar é sempre boa opção, sem rematar não se marca". Esqueçam o nome do jogador e a camisola que enverga, analisem o lance pelo que representa a decisão do jogador em posse de bola.

Analisando pelo nome do jogador, este lance tem que ser contextualizado por ser típico de um jogador com pouca motivação, numa equipa que não era a que planeava representar por esta altura. Analise-se o lance, não se extraia dele uma opinião acerca do jogador.

Honoris disse...

Porque é que nao conseguem ver este tipo de posts sem ligarem ao clube/jogador em questão?

Vejam só quais as decisões que aproximam ou n a equipa do sucesso. Assim ja n passam por virgens ofendidas smp q um post fala num jogador do vosso clube

DM disse...

O único jogo que vi do Taraabt esta época foi contra o Sporting B e achei horroroso.

1 jogo é uma amostra muito fraca. Mas a falta de inteligência do jogador em campo foi gritante, apesar da qualidade técnica. Não percebo a indignação com o post.

Acompanhei alguns jogos dele na sua "melhor época" - no Milan - e apesar de ter uma qualidade técnica muito acima da média, este tipo de situações era recorrente. "N" vezes em que em situações de igualdade numérica ele prefere a progressão com bola e partir para o 1x1 ou para o remate. É este o tipo de jogo dele. E a não ser que o Prof. Rui Pinho tenha mudado os hábitos que adiquiriu em 26 anos, tenho sérias dúvidas que o Taraabt seja agora um jogador comprometido com a equipa e sempre na procura pela melhor solução em detrimento do sucesso individual. Taraabt é isto: um golo ou lance magistral que ocorre uma vez a cada 40 dias.

MaxiBeça disse...

Gostava de fazer um reparo, não relacionado com este jogador.

Neste blogue sempre se defendeu a inteligência acima do físico e da técnica. Mas um jogador não precisa de ser inteligente para ser bom. Um bom exemplo disso é o Salvio.
Outro exemplo é Di Maria. O rapaz até vê as situações que pode criar, mas escolhe mal (tem o que chamo de síndrome de Maradona, comum nos argentinos, que gostam de fintar sempre mais um, porque querem é fintar). Não deixa de ser um monstro de jogador.


Apesar de ler praticamente tudo o que vocês escrevem, e de apreciar bastante o contributo que vocês dão à malta para nos "educarmos", continuo a achar que no futebol atual a um nível já alto, é necessário ter um determinado nível mínimo físico (por exemplo, não ser demasiado frágil, ou lento, ou aguentar os 90 minutos), salvo raras exceções (muito raras).

Eu prefiro ter um gajo com 1.88m que seja forte e rápido, que consiga fazer pressão e ocupar o seu espaço o jogo inteiro, do que um jogador com os mesmos atributos técnicos, que seja mais inteligente, mas não aguente o jogo inteiro, e perca mais bolas divididas.
Acredito que uma equipa pode ser trabalhada para ter bons processos, assumindo a qualidade desses mesmos processos durante o jogo inteiro, do que ter esses processos durante 70 minutos e depois rebentar.
Claro que se ganham umas coisas e se perdem outras, mas um bom exemplo disto que estou a falar, foi o Nolito no Benfica. Um jogador com grande inteligência, e boa técnica, mas não tinha o perfil para fazer o corredor todo como JJ gosta. Eu preferia um Salvio a um Nolito. Podem achar que sou louco, mas o Salvio passa 90 minutos em alto ritmo, defende e ataca com intensidade, pode não saber jogar pelo meio, mas sabe onde tem de estar e desequilibra bastante a atacar (apesar de fazer sempre a mesma coisa, é o sindrome maradona).

O que quero dizer é: Não me importo que um jogador não tenha inteligência, desde que também não seja um burro completo (Bébé) e compense com outros atributos; e prefiro uma equipa coesa onde todos atacam e defendem, a ter um setor descompensado porque alguém não quer ou consegue aguentar 90 mins em alto ritmo, mesmo que esse alguém seja um jogador bastante inteligente em relação à alternativa.

Gostava de saber a vossa opinião acerca disto.

Peço desculpa pelo testamento, ficou mais longo do que eu pensava.

Paolo Maldini disse...

Maxi, nós n desprezamos atributos físicos. Apenas não os achamos mais determinantes que a tomada de decisão! às vezes para se dar enfase no q é mais importante pode parecer que não se liga ao todo. É mentira! é impressão de quem lê! Qt a este post... já sabia que vinha choradeira. Até de quem antes dizia que isto era mta bom e n sei q... agora os frames já isto e aquilo lol. Ao contrário de outros, não era um post sobre o jogador, mas sobre uma decisão.

Unknown disse...

Mas neste post, alguém pôs em causa o valor do jogador, ou a exibição dele no jogo? Acompanho este blog, porque ensina futebol, valorizando a tomada de decisão. Espero que continuem a dar exemplos do que defendem, independentemente do jogador ou do clube. Obrigado.

Blessing disse...

Chupa Maldini que ele já factura kakakakaka

Blessing disse...

Agora quero ver qual é a crítica ao homem. É gordo mas marca! A fisionomia não interessa kakakakaak

Ivo Cardoso disse...

Malta que acham da diferença de qualidade táctica da equipa B em relação à equipa principal do Porto? Gostaria de saber se acham pertinente uma análise.

Rui Dias disse...

Não deixa de ser uma pena que só tenhas visto este lance pois houve coisas que vi no gajo neste jogo que não sabia que fazia. Mas percebo é concordo totalmente com o que escreves pois está a a seguir o jogo e foi uma xonezada! É mais desenquadrado ainda quando tinha acabado de meter uma bola no nuno santos muito parecida é que o tarabaat não finalizou na frente por azelhice (entrou na frente como dizias desta).

Sei que o que ele queria era marcar outro...não deve estar a passar uma fase facil ( ou se calhar até está hehe e gosta do descanso...) e queria mostrar serviço.

Mas tem não só bons pés como boas ideias...não tem é cabeça para respeitar o que envolve ser jogador profissional e não está ligado ao "jeito" hehe

Se puderes rever a primeira parte asseguro-boa que irão ver 4 ou 5 lances em que ele o Nuno santos e o João saem de pressão com muita qualidade e boas ideias.

Abraço

aimarbenfica disse...

Fazem o vosso trabalho que ha quem goste.

Luis disse...

Laterais,

Não sei se já conheciam este vídeo, mas aqui fica a dica para fazerem nos vossos treinos:

https://www.youtube.com/watch?v=OAIsib9ed7I

Dennis Bergkamp disse...

Luis,

Obrigado pela sugestao. Nao ]e facil encontrar momentos na epoca em que se justifique fazer esse tipo de tarefas, mas nao digo "desta agua nao beberei"

DM disse...

Peço desculpa pela falta de conhecimento "técnico"... mas de que forma o vídeo que o Luis colocou pode ser útil para o treino em qualquer fase da época? Ou que atributos é que é suposto os jogadores trabalharem com esse exercício? A técnica?

Paolo Maldini disse...

qd tens n sei qtas vitórias seguidas, modelo implementado, tudo numa curtição... treino seguinte a jogo com boa vitória... é do melhor :)

Constantino disse...

Maldini,

Não sei se isso dos "frames" que falas é resposta ao meu comentário, onde falo de frames. De qualquer forma quero realçar que o meu comentário é no sentido de concordar com o teu post, não é crítica. Só para que não haja confusões.

Abraço

Blog de Portugal disse...

DM, a resposta do Maldini é um bom exemplo de que o futebol não é só qualidade técnica e tomada de decisão, é muito muito muito mais que isso. Eles apenas tentam demonstrar que esses fatores são os mais determinantes para o sucesso, no seu entender.

Na minha opinião, antes disso ainda vêm a união, espírito de grupo, etc., coisas que parecem paneleirices, mas que sem elas uma grande equipa passa por muitas dificuldades. Mas a seguir a isso penso que o que se fala aqui no blog é mesmo o mais determinante para o sucesso.

Ah, e isto não significa que a pré-época deva ter como foco criar espírito de grupo, como quando as equipas vão fazer canoagem e outras odisseias disponíveis na Fnac.