sábado, 23 de janeiro de 2016

Aposta mais segura da semana. Premier League.


Manchester em 4231 na recepção ao Southampton. Rooney deverá voltar a jogar nas costas de um ponta de lança mais fixo, ao contrário do que sucedeu em Liverpool onde foi o mais adiantado. Aí, mantém traços de finalizador, mas liga também fases, sempre com qualidade na decisão. Há mobilidade nas costas da pressão média adversária, mas ainda carecem combinações que desmontem os sistemas adversários no momento de organização ofensiva. Também nas transições tacticamente uma equipa incompleta o United. A confiança vai subindo e a qualidade individual farão a diferença em Old Trafford.




Agradável a proposta de jogo de Ronald Koeman. Jogo de coberturas ofensivas e defensivas. Primazia por construção com bola no pé e chegada à criação e à finalização em futebol apoiado, tão ao gosto da escola holandesa. Oriol sempre com qualidade a iniciar o processo ofensivo seja na transição ou em organização, enquanto que na frente Pellé é poderoso nas zonas de finalização. Maiores dificuldades nos duelos individuais. Porque há limitações nesse aspecto e porque do outro lado há maior qualidade. Complicado sair de Old Trafford feliz. 



Sem comentários: