quarta-feira, 6 de janeiro de 2016

Impacto imediato

Em Novembro, quando assinou pelo Sporting, e se soube que desde logo ficaria a treinar com a equipa, ainda que não jogasse, escrevia-se por aqui: "Bruno César, saindo Carrillo, é o seu sucessor natural. Alia grande qualidade técnica à uma velocidade de execução tremenda. Inteligente na forma como procura o último passe, e veloz na passada como Jesus gosta. Fortíssimo na finalização. Poderá não estar nas melhores condições agora, mas estará de certeza em condições para entrar no onze assim que Jesus quiser. É a solução que o treinador procurava, a tal criatividade individual, tão necessária no seu modelo de jogo para partir equipas mais compactas. Sendo que não há muita qualidade na frente do Sporting, "Chuta-chuta" vai ser fundamental no desfecho do campeonato, e no sucesso que o Sporting possa ter. "

É procurar nas etiquetas tudo o que se diz, e disse, por aqui, sobre o jogador brasileiro. 

12 comentários:

DM disse...

Confirma-se. Não havendo Carrillo, Bruno Cesar é a melhor solução que podiamos encontrar nesta altura. Jogo tremendo do brasileiro.

Benfiquista Tripeiro disse...

Quem o foi buscar já o tinha mandado embora. Erradamente, na minha opinião.

Gonçalo Matos disse...

Epa, este Sporting tá com uma org of e trans def TOP!!!! Muito menos vertigem que o Benfica dos últimos anos e, para mim, trazendo melhorias ao modelo de jogo do Jorge Jesus

Paolo Maldini disse...

Agora imaginem Nani ou Carrillo por esta altura... Nani com Jesus era o melhor da Liga dos últimos 10 anos!!!!

Rúben Ramos disse...

Ele hoje frisou na conferência de imprensa que o B.Cesar tinha saído por ordens superiores. Se é verdade ou não, não sei.
Cumprimentos

Blessing disse...

Não há necessidade de ir buscar as declarações de JJ na altura da saída de Bruno César. Ele não só se mostrou contra, como se queixou de lhe terem tirado e não terem dado nada em troca. Se saiu, foi porque era vantajoso para slb e jogador ia fazer o contrato da vida. O resto, é histórias ressabiadas de adeptos que não conseguem tirar as palas dos olhos.

M. disse...

Benfiquista Tripeiro, o Bruno Cesar na altura estava tapado no 11 titular pelo Gaitan. Ainda assim, o JJesus ainda hoje tornou a repetir que se opôs à sua saída.

Benfiquista Tripeiro disse...

Blessing, acalma lá os cavalinhos, que não me conheces de lado nenhum.

Não me lembro dessas declarações do Jesus, mas se assim foi, está justificada a saída. As comissões sempre falarão mais alto.

Sempre fui contra a saída do Jesus, pelo futebol que vi o Benfica jogar (que nunca tinha visto) e pelo que fui lendo e percebendo por aqui. A diferença para este ano é abismal.

Já comentei em alguns blogs benfiquistas que, na minha opinião, a saída de Jesus do Benfica foi um erro histórico, só comparável à saída de Mourinho e à entrada de Artur Jorge. Mesmo que o Benfica por acaso seja campeão este ano (é possível num campeonato como o nosso), continuarei a ter a mesma opinião.

Frantebol disse...

Calma com tanto "auto elogio", porque posso ir já buscar aí nas "etiquetas", tudo o que se disse sobre tantos outros pseudo craques ( O Caetano foi um deles, e só de imaginar as palavras aqui ditas, dá me vontade de... chorar). Bruno Cesar é realmente reforço, mas nunca na vida imagina que viesse a ter este impato no Sporting. Mais um vez, JJ a mostrar que é realmente um enorme treinador.

Edson Arantes do Nascimento disse...

O JJ manifestou-se publicamente contra as saídas de B. César e Nolito do Benfica. Em conferência de imprensa logo a seguir às confirmações oficiais. Só que o Blessing tem razão. As pessoas tendem a ver apenas o que lhes interessa. O LE também criticou o JJ pelas saídas!

Colocava aqui a notícia d'A Bola com que comentei o texto, naquela altura, se fosse possível. Já andei à procura do link mas parece que foi apagado pelo próprio jornal. É pena.

DM disse...

Maldini, esses 10 anos foram propositados para não chegar ao Deco?? :D

Mas sim, Nani com Jesus este ano... meu deus. Que pena não ter sido possivel conjugar as duas coisas.

João Filipe Abreu disse...

O Bruno César veio dar maior criatividade à equipa, velocidade no jogo curto, capacidade de remate e inteligência táctica. Veja-se como cresceu Bryan Ruiz do jogo do Porto, para o de Setúbal. Teve um apoio interior mais presente, mais uma linha de passe vertical e alguém que vê o jogo de forma semelhante. O Sporting precisava de um jogador assim, distinto de Carrillo, mas com a mesma capacidade para resolver problemas.

Uma solução barata, que conhece os métodos exigentes do treinador e que foi incorporado um mês antes, para poder conhecer colegas. Ninguém diria que o Bruno César chegou há um mês ao Sporting, dada a forma como se entendeu com os colegas e com o jogo. Foi uma decisão acertada.

O Sporting ganha soluções para a segunda parte da época.