sexta-feira, 1 de abril de 2016

Aposta mais segura da semana. La Liga.




Será no seu habitual 442 que a equipa de Simeone receberá o Bétis. Agressividade nas zonas de pressão bem definidas, um dos traços da equipa do argentino, que lhes permite recuperar muitas bolas altas e sair rápido em transição aproveitando o que de melhor Griezmann e ou o maravilhoso Vietto têm. Avançados que fazem a diferença pela agressividade com que aparecem a finalizar e a movimentar-se no último terço. Não só na profundidade mas também na qualidade que emprestam ao jogo entre linhas adversárias.
Muita dinâmica defensiva na equipa de Simeone. O pressing sobre o trinco sempre seguido de reajuste dos alas dentro, protegendo a entrada da bola no corredor central.
Louvável a forma como Simeone convence um grupo cheio de jogadores do melhor que há no mundo a pressionarem e reagirem rápido defensivamente, sem que ninguém se guarde ou esconda.
Pressing e saídas rápidas. Com a qualidade dos avançados, também argumentos em organização. Cada vez mais completa a equipa madrilena, empenhada em garantir o segundo lugar na Liga.



Bétis em 442, tranquilo na tabela com a Damião de inicio e Castro na frente. Damião mais fixo, e Castro a baixar para uma linha atrás do brasileiro nos momentos sem bola.
A atravessar um momento complicado nos resultados recentes, o Bétis tal como um pouco por toda a Espanha, ofensivamente procura sempre sair com bola no chão na construção, independentemente de sentir ou não que tal poderá ser um risco.

Defensivamente é onde se encontram as maiores dificuldades. Campo pouco curto sem bola, permite espaços entre sectores e dentro do próprio sector. Há muita distância entre jogadores da própria equipa e tal aumenta o espaço que o portador tem para definir. Complicado parar a dinâmica ofensiva da equipa do Atlético.