segunda-feira, 4 de abril de 2016

É esconder que aqui ninguém nos vê. Porto perde com Tondela.


Um FC Porto a fazer lembrar os tempos de escola, quando a "malta" se juntava no campo de jogos. O Portador da bola ficava isolado do mundo e todos os seus colegas fugiam para a grande área à espera que pingasse qualquer coisa... 

Um processo ofensivo absolutamente inexistente do ponto de vista colectivo. Defensivamente não é melhor. 

17 comentários:

João Cerqueira disse...

Nunca vi um Porto tão fraco. Como é possível perder-se tudo o que é ideia e principio de jogo... 11 jogadores em campo, nao uma equipa.

RodaBola disse...

Desiludido com o Peseiro, conhecendo o seu trabalho como conheço esperava melhorias claras e isto está longe de ser melhor do que o que estava. E uma obsessão por jogadores de pouca qualidade técnica com Danilo, Marega e Varela enfim.

Francisco Pinto disse...

A cara de desalento do Brahimi diz muita coisa,lembro-me do tempo em que era puto e achava que o Porto era rival do meu Sporting

Pedro disse...

Peseiro não tem estaleca para clube grande, para lutar por títulos.

Paulo Sérgio Portugal Malheiro disse...

Peseiro foi um treinador para queimar...
Se o Fcp defensivamente era fraco...agora é um buraco!

Paulo Sérgio Portugal Malheiro disse...

Danilo? É mau jogador?
Marega ....é 0
Varela uma SOMBRA!

Blessing disse...

O Porto não tem tido tempo para treinar. É preciso dizer-se isso também.

pancas disse...

Maldini,
Nao que tenha jogado bem, mas usar uma imagem do minuto 89 quando os jogadores estavam a jogar com a cabeca perdida e um pouco desonesto... Durante muito tempo na partida atacou-se bem e so se falhou a nivel individual - finalizacoes e passes.

Dipeca disse...

O Porto já foi eliminado das outras competições há algumas semanas. Não se vêem melhorias em nada e até a base do lopetegui se perdeu.. Na minha opinião,a parte ofensiva é mais devido à falta de confiança do que falta de trabalho. Mas o peseiro parece que a única coisa que implementou foi "carregar a área de gente" . A parte defensiva essa sim anda mto perto de ser ridícula..

Paolo Maldini disse...

pancas n foi imagem única, essa.

Fernando Colaço disse...

Então, mas o Peseiro não era o supra-sumo da coisa?? basta ler os vossos posts!! Ah não!! o Vitória é que não percebe nada disto... até porque no Benfica os jogadores são todos top e não precisam de treinador. No Porto é o treinador que é top, mas os jogadores...

Clarence Seedorf disse...

O jogo todo, pancas...
Havia espaço (e não era pouco, como se vê neste exemplo) em quase todas as transições ofensivas (e também defensivas!) do porto..
Não consigo atribuir a culpa ao peseiro, porque acho que, vendo bem as coisas: ele está a fazer uma "pré-epoca", no meio da fase mais critica da época...

Sou do Porto, e acho que se pode recuperar de uma fase destas, como é óbvio. O único problema , que eu tenho em relação a esta situação toda é o desperdício de talento...

Acredito que, com um trabalho bem feito, muitos destes jogadores iriam maravilhar os espectadores... Espero que se perca nada com esta brincadeira, e que possamos, todos, desfrutar do espetáculo que alguns destes artistas possam proporcionar.

ofradique disse...

Eu ainda sou do tempo que em insinuavam que Peseiro era muito melhor do que Rui Vitória e que tinha sido uma grande aquisição para o Porto. Foi há apenas 3 meses...

DC disse...

Só vi 10' deste jogo na 1a parte e discordo que o Porto seja desorganizado a atacar. Mas nota-se claramente que os jogadores não têm confiança nem qualquer motivo para ganhar os jogos. O Porto, toda a gente sabe, já não luta por nada no campeonato. E os jogadores sabem disso. Ontem há 2 ou 3 jogadas nesses 10' em que o Porto mete gajos fora-de-jogo de uma forma completamente idiota. Surreal mesmo. E o Peseiro desesperado. Isso não tem nada a ver com o treinador.

Koboi disse...

Concordo que parece-me ser mais que falta de treino, acho ser um problema de mentalidade.
Faltava ao Porto um líder, um gestor de homens e isso o Peseiro nunca foi. Mesmo não conhecendo o que se passa lá dentro, já são demasiados exemplos de falta de mão e capacidade para gerir psicologicamente um plantel.

Tantos Lixos disse...

Coitado, um treinador de top com um plantel ridículo, certo?
Os troll relembram só o quão maravilhoso era o plantel do FCP e os ainda mais troll recordam também a excelência da escolha do supremo Peseiro para o liderar.
O que não bate certo é a explicação para o falhanço é que a explicação deve ser algo só ao alcance dos deuses. Ou isso ou as noticias da excelência eram manifestamente exageradas!

Blog de Portugal disse...

Apesar de haver mudanças notórias na forma de jogar (não afirmando que são melhores ou piores, são diferentes), acho que o Peseiro é dos menos culpados no meio disto tudo que afeta o FCP.

Em primeiro lugar, não é só pelos maus resultados que vêm as críticas à direção. É porque se passa lá alguma coisa!
Já viram bem o quanto já mamou (e sobretudo o quanto vai mamar) o empresário do R. Neves, e a sua ligação a um dos elementos da SAD? Isto é chulice, mas à descarada!
As críticas ao filho do PdC são todas infundadas? Sim, e eu tenho 5 anos...

Qualquer clube em que o topo não trabalhe decentemente vai ter efeitos na equipa:
- Porque são os homens que mandam e que determinam a constituição de um plantel. Não sendo um plantel fraco, não é claramente bom para o grande nível que o Porto nos habituou.

Vejo como apostas muito boas o Maxi e Layun (que já conhecia da seleção do México, não me surpreendeu). São os únicos em que ninguém pode colocar dúvidas.


- Por serem eles a mandar, infelizmente podem determinar se X joga ou não em determinado jogo, ou se não joga os 90min.
Porque anda muita gente interessada no dinheiro e não no clube, isso reflete-se, ou acreditam que no meio daquela chulice toda o treinador (tanto Lopetegui como Peseiro) podem sempre escolher, em todos os jogos, o 11 e substituições que mais acham adequado?
Ou acham mesmo que nem o Lopetegui, nem o Peseiro, nem todos os seus adjuntos (devemos estar a falar de umas 10 pessoas, pelo menos) conseguem ver a qualidade do Evandro, por exemplo?


Em segundo lugar, o Peseiro entrou num momento péssimo. Acho que teria sido melhor deixar o Lopetegui até ao final da época, ou então o Rui Barros ou Luís Castro.
Se corresse bem, era um gajo do outro mundo. Mas também tinha tudo para correr mal, como está a acontecer.
Alguns jogadores deixaram de ter compromisso com as vitórias, a partir do momento em que perceberam que o campeonato estava perdido. A conversa do "matematicamente é possível" é cá para fora, mas lá dentro só funciona até certo ponto.
Não vejo alguns jogadores realmente focados na vitória, como o Brahimi, Corona, Aboubakar, Indi... E para isso, era necessário alguém lá dentro que pusesse tudo na ordem. Não existe esse jogador nesse plantel - o mais perto disso é Herrera. Falta um Lucho, falta um Jackson, falta um Helton. Gajos que metam a ordem lá dentro quando as coisas estão a correr mal.


Em terceiro lugar, as condições que Peseiro teve para preparar a equipa não são as adequadas.
Houve tempo para implementar as suas ideias (lembram-se do post que fizeram sobre o Klopp, certo?), mas não com qualidade! E o jogo do Peseiro não é propriamente um jogo muito seguro. Ou melhor, é se for bem praticado, mas não é fácil chegar a esse nível rapidamente.
Além disso, mudando a forma de jogar (e mudando radicalmente, neste caso), mudam as solicitações físicas, em jogadores que estavam configurados muscularmente, metabolicamente, fisiologicamente para X e agora têm que se adaptar a Y. E isso custa ao alto nível, tem repercussões.

Aliás, sem entrar em grandes detalhes nas formas de jogar dos 2 treinadores, posso dizer que o treino do Lopetegui era a 50 e este é a 100... Depois de mais de um ano habituado a 50, quando se começa a treinar e a jogar 100, há repercussões.
Há lesões, há fadiga (física e mental), há momentos em que deixa de haver qualidade para a exigência que se pede.

Talvez aí possa ter sido um erro de Peseiro. Talvez tivesse sido melhor de algum modo não alterar muito o registo do Lopetegui, e simplesmente focar em ganhar os jogos que faltavam. Na próxima época começava a construir a equipa à sua imagem.



Bem, isto tudo para dizer que o Porto poderá fazer alguma coisa contra o Sporting e o Braga. Porque a motivação é completamente diferente, e aí os jogadores vão dar tudo para ganhar.
Em todos os outros jogos, mesmo que ganhe, será provavelmente o mesmo que aconteceu com o Tondela.